https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/pemPensar en Movimiento: Revista de Ciencias del Ejercicio y la Salud ISSN Impreso: 1409-0724 ISSN electrónico: 1659-4436

Comentarios del lector/a

Re: Monografia interpretativa

por Thalis roberto (2017-12-27)

En respuesta a Monografia interpretativa

Ao acoimar um trabalho acadêmico é bem possível que você cite vários autores para permitir maior credibilidade a sua série de estudo. No entanto, afastar aquela citação que se encaixa perfeitamente no seu artigo não é bastante para realizar a alusão. É necessário creditá-la de modo correto para que outras indivíduos possam aconselhar-se as obras, conhecer quem as escreveu, além de abrir uma série de confiabilidade na sua abstração, acusando que suas considerações são sustentadas pelas fontes consultadas. A Associação Brasileira de Cerimônia Técnicas (ABNT), que é quem regulamenta a normalização técnicas no Brasil, necessita de uma série de formatações para cada forma exclusivo de informações citado e nós separamos as principais para você não realizar abjeto na momento de criar seus afazeres acadêmicos. Referências x Referências Bibliográficas De acordo com as regras da ABNT, publicadas em 2017, as duas formas estão corretas. Ambas se referem a diversas fontes de estudo, como livros, artigos, teses, no entanto a primeira abrange similarmente matérias na internet, como o conteúdo em portais de notícias, por adágio. Inclusive que você utilize fontes de distintos plataformas, o termo pode ser utilizado das duas comportamento.

 

Exemplos das principais referências: Obras com somente um autor/ autor único No momento em que a aprimorado consultada é um livro que tem somente um autor, deve-se realizar da posterior forma: último apelido, todo em caracteres maiúsculas, acompanhado do remanente do nome, que pode ter exigências abreviadas ou não. Tenha em mente que, seja qual for a fórmula que você adotar ela deverá ser repetida em todas as outras referências. Adágio: APELIDO, Nome com apelido (se houver). Título do livro. Algarismo da Difusão, volume (se houver). Município: Nome da editora, Ano do livro. SILVA, M. ABNT sem aflição. 1ª Difusão. Abrolho: Editora Bárbara, 2017. Obras com 2 autores A ordem continua a mesma, porém os autores são inseridos em ordem alfabética. Adágio: SILVA, M.; TAVARES, A. ABNT sem aflição. 1ª Difusão. Abrolho: Editora Bárbara, 2017 Obras com 3 autores ou mais Para o caso de mais de 3 autores dividindo a mesma aprimorado você precisa utilizar a expressão em latim et al., que significa "e mais". Adágio: SILVA, M. et al. ABNT sem aflição. 1ª Difusão. Abrolho: Editora Bárbara, 2017 Inclusive autor, obras distintos Se você aludir diversas obras de um inclusive autor precisa colocar um acontecimento. Ele irá aconselhar que o nome se repete. Adágio: SILVA, M. ABNT sem aflição. 1ª Difusão. Abrolho: Editora Bárbara, 2017. . Regras para serem acessadas. 2ª Difusão. Abrolho: Editora Bárbara, 2017. Artigos da internet Aqui a diferença está somente no final da alusão. Ao final da informações você precisa colocar a palavra Disponível em, seguida do dia, mês e ano em que a assunto foi consultada, além de Acessado em: acompanhado do link para a aprimorado consultada. É fundamental colocar os linguagem de < e > antes e em seguida do site. Adágio: SILVA, M. ABNT sem aflição. [S.I]: Livro Virtual, 2017. Disponível em: Acessado em> 05/09/2017. Monografias, teses, dissertações e artigos No caso de citações que vieram de afazeres acadêmicos as referências precisam iniciar pelo apelido do autor (caso haja mais de um, colocar em ordem alfabética), título, ano e completo de folhas. Adágio: SILVA, M. ABNT sem aflição. 2016. 95 f. Trabalho de entendimento de curso (monografia) - Curso de Secretariado, Faculdade Brasileira, Abrolho, Pernambuco, 2017. Auditoria Aqui a diferença é um tanto menor. Além do nome do autor coloca-se o título do texto, da auditoria, a município, editora, volume, algarismo, mês e ano. Adágio: SILVA, M. ABNT sem aflição. Acadêmicos Loja, Abrolho, Editora, Ano 6, n. 5, Jun/Jul., 2017. Culto Para o caso de consultas ao culto as especificações são também mais baixos. Adágio: BANDEIRA, C. Culto de Dialeto Portuguesa. 21. ed. São Paulo: Editora, 2017.





© 2017 Universidad de Costa Rica. Para ver más detalles sobre la distribución de los artículos en este sitio visite el aviso legal. Este sitio es desarrollado por UCRIndex y Open Journal Systems. ¿Desea cosechar nuestros metadatos? dirección OAI-PMH: https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/index/oai