Resumen

Nas últimas décadas, a maçonaria tem sido objeto de estudo de muitos campos do conhecimento. A abordagem dessa instituição como um importante espaço de socialização e de práticas políticas tem colaborado para a compreensão das inúmeras engrenagens por meio das quais o poder se distribui e manifesta-se na sociedade. No entanto, uma sólida investigação sobre o tema da maçonaria, exige um conhecimento profundo acerca da complexidade da natureza maçônica, isto é, dos fundamentos e preceitos desta instituição e de sua historicidade. Ignorar tais informações é incorrer no risco de tomar a maçonaria como uma instituição monolítica e a-histórica. Neste sentido, o presente artigo visa apresentar os pressupostos teóricos que fundamentam a instituição maçônica, oferecendo os instrumentos teóricos necessários para uma sólida introdução aos estudos da maçonaria.
Palabras clave: maçonaria, sociabilidade, nova história política, preceitos maçônicos, linguagem simbólica