Resumen

Uma síntese da História da Maçonaria no Brasil através de seu tronco básico e mais antigo: o Grande Oriente do Brasil (GOB). As informações básicas foram retiradas do livro clássico de José Castellani e William Carvalho: História do Grande Oriente do Brasil. A Maçonaria na História do Brasil (São Paulo: Madras Editora, 2009). Relata como até 1930 a história do GOB se confundia com a história do Brasil, sendo que a partir desta data as duas se separam, seguindo vias paralelas. Assim a partir de 1930, maçonaria brasileira deixa de ser um grupo estratégico, tornando-se um grupo convencional. Expões sinteticamente que a partir da Proclamação da República em 1889, uma “matriz ideológica de cunho positivista” toma o poder no GOB, perdendo nitidez até a mudança do GOB do Rio de Janeiro para Brasília em 1978. Especial ênfase foi dada as duas grandes cisões do GOB no século XX: a de 1927 e a de 1973. Finaliza dizendo que a maçonaria brasileira tem crescido muito nos últimos 20 anos, sugerindo que poderá haver uma mudança qualitativa nos próximos anos. Acompanham dois quadros estatísticos: i) a relação dos Grão-Mestres do GOB de 1822 a 2010 e ii) o número total de maçons brasileiros, divididos entre o Grande Oriente do Brasil (GOB), as Grandes Lojas (CMSB) e o Oriente Independente (COMAB).
Palabras clave: Maçonaria, Brasil, Grande Oriente do Brasil, História, lojas, Freemasonry, Brazil, Grand Orient of Brazil, History, Lodges