Resumen

O ensino da álgebra constitui uma dificuldade para os professores de matemática do ensino fundamental, devido à complexidade da linguagem de representação, própria da abstração matemática. As investigações sobre o pensamento algébrico ao longo do currículo escolar indicam a importância da fase intermediária da pré-álgebra, entre anos iniciais e finais, que requer um ensino e aprendizagem nos anos iniciais que tornem a transição efetiva. O objetivo deste trabalho é discutir, sob a ótica de formação de professores dos anos iniciais, a evolução do pensamento algébrico que pode ser trabalhada por meio do modelo pictórico da Matemática de Singapura.

A metodologia se baseia em análise qualitativa de uma sequência de atividades selecionadas de uma coleção de livros didáticos da Singapura, pelas competências esperadas pelo currículo do ensino básico. Concluimos que a coleção apresenta uma proposta adequada para a aprendizagem dos professores sobre o desenvolvimento do pensamento algébrico para transição na pré-álgebra.