Resumen

Hesíodo, na Grécia do século XVIII a.C., no seu Os Trabalhos e os Dias, comparava os homens violentos aos animais ferozes que tudo solucionam através da força, defendendo que a verdadeira humanidade reside no labor, na comunicação, no respeito pelo outro e na construção da concórdia. Por outras palavras, na consistência da paz, em oposição ao caos destruidor da guerra.