Resumen

Existem hoje basicamente dois modelos ou paradigmas de assistência à saúde. O
paradigma biomédico e o da promoção da saúde. No paradigma biomédico as doenças são
estudadas a partir dos mecanismos biológicos. Os estudiosos dedicam-se somente a definir a
doença, entender o processo pelo qual ela age, identificando sua causa especifica, para a partir de
então, buscarem os procedimentos de tratamento mais indicado. É o modelo hegemônico.
O paradigma de promoção da saúde consiste no processo de capacitação da comunidade
para atuar na melhoria da sua qualidade de vida e saúde, incluindo uma maior participação no
controle deste processo. Consagra como pré-requisitos para saúde: a paz, educação, habitação,
poder aquisitivo, ecossistema estável, conservação dos recursos naturais, justiça social e equidade.
Nesse estudo, se fará um levantamento dos principais aspectos favoráveis e desfavoráveis dos
dois modelos existentes. Espera-se ao final esclarecer o leitor sobre aspectos relevantes referente
à temática.

Palabras clave: política de la salud, modelo de desarrollo, historia, ciencias médicas