https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/ecienciase-Ciencias de la Información ISSN electrónico: 1659-4142

Os usuários da Informação no arquivo: uma aproximação a seus estudos desde as Ciências da Informação.

Yanara Dorado Santana, Gemima da Purificação Custódio Garcia



DOI: https://doi.org/10.15517/eci.v8i2.32602

Resumen


Os estudos de usuários são uma importante ferramenta de gestão, que objectiva identificar o perfil de usuário, suas necessidades informacionais, o grão de satisfação em relação aos serviços oferecidos por uma determinada unidade de informação. A presente investigação trata de uma discussão sobre os estudos de usuários aplicados ao arquivo contemplando uma aproximação com a Ciência da Informação. A pesquisa é uma primeira abordagem teórica ao fenômeno dos estudos de usuários, para numa próxima pesquisa desenvolver uma proposta de estudos de usuários para o Arquivo Nacional de Angola. De igual maneira tem por objetivo, examinar os elementos teóricos conceituais referentes aos estudos de usuários de informação em unidades de informação de arquivo. No presente artigo apresenta-se uma revisão bibliográfica compreendendo aspetos gerais, acerca de usuários da informação, necessidades de informação e estudo de usuários de arquivos. Se faz uma análise de bibliografias pertinentes com o mesmo objecto de estudo, ancorados aos estudos de usuários da informação tendo como foco os usuários de arquivo. Como problema o pergunta de partida define-se cómo é possível pensar em aplicações de estudo de usuários no âmbito da Arquivologia e do arquivo a partir de um diálogo com os pressupostos da Ciência da Informação? São apresentadas conclusões resultado do estudo e análise realizado.

Palabras clave


arquivo; estudo de usuário; usuários da informação; arquivística; necessidades informacionais; ciências da informação;

Texto completo:

PDF HTML EPUB

Referencias


Araújo, C. A. Á. (2015). Epistemologia da Arquivologia: fundamentos e tendências contemporâneas. Ciência da Informação, 42(1). Recuperado de http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1394

Araújo, C. A. A. (2013). Ávila Araújo, C. A. (2013). A Perspectiva de estudos sobre os sujeitos na Arquivologia, na Biblioteconomia e na Museologia. Em Questão, 19(1). Recuperado de http://www.redalyc.org/html/4656/465645972012/.

Araújo, J. C. G. (2010). Estudo de usuários do Arquivo Público Histórico Municipal de Caxias do Sul: João Spadari Adami. Recuperado de https://repositorio.ufsm.br/handle/1/909

Arruda Pantaleão, F. V; Nepomuceno Lemos, M; Cavalcante P. R. e Oliveira Costa ,M de F. (2012). NECESSIDADES INFORMACIONAIS DOS USUÁRIOS DA BIBLIOTECA ENG° WALDYR DIOGO DE SIQUEIRA-IFCE (CAMPUS FORTALEZA).

Baptista, S. G., e Cunha, M. B. D. (2007). Estudo de usuários: visão global dos métodos de coleta de dados. Perspectivas em Ciência da Informação, 12 (2), 168-184. Recuperado de www.scielo.br/pdf/pci/v12n2/v12n2a11

Berti, I. C. L. W e Araújo, C. A. Á. (2017). Estudos de Usuários e Práticas Informacionais: do que estamos falando?. Informação e Informação, 22(2), 389-401. Recuperado de http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/31462

Cé, G., e Pedrazzi, F. (2011). Estudo de usuários como recurso para a difusão de um arquivo: o caso da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Biblos, 25(2), 75-90. Recuperado de https://furg.emnuvens.com.br/biblos/article/view/2277

Choo, C. W. (2003). A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Senac. Recuperado de https://pt-static.z-dn.net/files/d2a/6b22b57802f85a2c74fd96a4e712d11b.doc

Costa, M. D. F. O. (2014). Concepções dos estudos de usuários na visão dos professores dos cursos de Biblioteconomia brasileiros. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília. Recuperado de http://hdl.handle.net/11449/110779.

da Costa, L. F., da Silva, A. C. P., e Ramalho, F. A. (2011). (Re) visitando os estudos de usuário: entre a “tradição” e o “alternativo”. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, 4(2). Recuperado de http://periodicos.ufpb.br/index.php/pbcib/article/view/10400

Dias, E. (2000). Biblioteconomia e ciência da informação: natureza e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, 5(especial), 11-15.

Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. (2004) Rio de Janeiro. Recuperado de: http://www.arquivonacional.gov.br/download/dic_term_arq. pdf.

dos Passos, K. G. F., Menegatti, Y., da Silva, J. M., e Varvakis, G. (2013). Avaliação da qualidade dos serviços em unidades de informação: proposição de uma metodologia. Informação e Informação, 18(3), 154-174. Recuperado de: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/10236.

Edvardsson, B. (1997). Quality in new service development: Key concepts and a frame of reference. International Journal of Production Economics, 52(1-2), 31-46. Recuperado de https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0925527397807657

Ferreira, S. M. S. P. (1996). Novos paradigmas da informação e novas percepções do usuário. Ciência da Informação, 25(2). Recuperado de http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/660

Figueiredo, N. M. de (1994). Estudos de usos e usuários da informação. Brasília: Ibitct. Recuperado de http://livroaberto.ibict.br/handle/1/452

Fitzsimmons, J. A. e Fitzsimmons, M. J. (2014). Administração de Serviços-: Operações, Estratégia e Tecnologia da Informação. Brasil: Amgh Editora.

Garcez, E. M. S. (2000). Identificação de necessidades e expectativas de usuários de bibliotecas nos cursos de educação à distância. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/78702

Gasque, K. C., e Costa, S. M. (2010). Evolução teórico-metodológica dos estudos de comportamento informacional de usuários. Ciência da Informação, 39(1), 21-32. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/ci/v39n1/v39n1a02.

Jardim, J. M., e Fonseca, M. O. K. (2009). Estudos de usuários em arquivos: em busca de um estado da arte. DataGramaZero, Rio de Janeiro, 5(5), A04-1001. Recuperado de www.brapci.ufpr.br/brapci/index.php/article/view/0000002049/c5b82209a679e0c9d1b2ca0a80a4ca58

Lancaster, F. (2004). Avaliação de serviços de biblioteca. Brasília: Briquet de Lemos.

Marconi, M. de A. e Lakatos, E. M. (2001). Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos (7ª Ed.). São Paulo, Brasil: ATLAS.

Moraes, C. (1994). Usuários de bibliotecas: informação X cidadão comum. Biblios, Rio Grande, 6, 119-133. Recuperado de http://www.brapci.inf.br/_repositorio/2011/11/pdf_e5456b0e48_0019432.pdf

Núñez Paula, I. A. (2004). AMIGA: una metodología integral para la determinación y la satisfacción dinámica de las necesidades de formación e información en las organizaciones y comunidades. Acimed, 12(4). Recuperado de http://eprints.rclis.org/5707/.

Núñez Paula, I. A. (1997). Guía metodológica para el estudio de las necesidades de formación e información de los usuarios o lectores. Acimed, 5(3), 32-51. Recuperado de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1024-94351997000300006

Oliveira, M. P. D. A. D. (2013). Estudo do comportamento de busca e uso da informação dos usuários da Biblioteca da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Monografia-Graduação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Brasil. Recuperado de http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/88825.

Pereira, F. C. (2010). Necessidades e usos da informação: a influência dos fatores cognitivos, emocionais e situacionais no comportamento informacional de gerentes. Perspectivas em Ciência da Informação, 15(3), 176-194. Recuperado de http://basessibi.c3sl.ufpr.br/brapci/_repositorio/2015/12/pdf_df41e85fcd_0000017184.pdf

Pinheiro, L. V. R. (1982). Usuários - Informação. Rio de Janeiro, Brasil: LTC-Livros Técnicos e Científicos Ed./IBICT.

Pinto, F. S. (2016). Estudos de usuários da Biblioteca Setorial do Instituto de Natureza e Cultura (INC) (Dissertação-mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina: Florianópolis, SC. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/174293

Ramalho, F. A. (2012). Produção sobre necessidades de informação: em foco Informação & Sociedade: Estudos. Informação & Sociedade: Estudos, 22(Especial), 101-120.Recuperado de http://www.periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/13679/8212.

Santos, A. R. (2002). Metodologia Científica: a construção do conhecimento. Rio de Janeiro, Brasil: DP e A, Editora.

Santos, L. C e Varvakis, G. R. (2004). Gestão da qualidade em serviços. Florianópolis: UFSC,. Apostila do Relatório produzido no âmbito do Grupo de Análise de Valor.

Sanz Casado, E. (1994). Manual de estudios de usuarios. Madrid, España: Fundación Germán Sánchez Ruipérez.

Silva, A. M. et al. (1998). Arquivística: teoria e prática de uma ciência da informação. Porto, Brasil: Afrontamento.

Silva, J. L. C. (2012). Necessidades de informação e satisfação: algumas considerações no âmbito dos usuários da informação. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, 3(2), 102-123. Recuperado de http://www.journals.usp.br/incid/article/view/48656.

Vasconcelos, K. S. P., Veras, M. D. F. T., e Souza, K. I. D. B. M. (outubro, 2011). Instituições e usuários dos arquivos: as formas de Diálogo. En Políticas arquivísticas na Bahia e no Brasil. Simpósio Baiano De Arquivologia. Salvador. Bahia. Brasil Recuperado de http://www.arquivistasbahia.org/3sba/wp-content/uploads/2011/09/Vasconcelos-Veras-Souza.pdf.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2018 Yanara Dorado Santana, Gemima da Purificação Custódio Garcia

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

© 2017 Universidad de Costa Rica. Para ver más detalles sobre la distribución de los artículos en este sitio visite el aviso legal. Este sitio es desarrollado por UCRIndex y Open Journal Systems. ¿Desea cosechar nuestros metadatos? dirección OAI-PMH: https://revistas.ucr.ac.cr/index.php/index/oai